Aula 3 – parte 1

AVANÇAR À PARTE 2 DA AULA 3

RETORNAR À PARTE 4 DA AULA 2

ESTA É A PARTE 1 DA AULA 3

(postada em 28 de junho):

00b professor M.T.Keshe

TEMA PRINCIPAL

NOTÍCIAS, PERSPECTIVAS, APOIOS, INICIATIVAS

Como já foi dito algumas vezes, esta tecnologia é para uso no espaço sideral, para tornar os viajantes independentes de quaisquer recursos terrestres, permitindo-lhes dar o passo rumo ao espaço profundo sem preocupar-se de onde virá o próximo alimento, a próxima água a beber ou o oxigênio que se respirará. Os desenvolvimentos do Instituto da Fundação Keshe visam cobrir todas as necessidades dos seres humanos no Espaço.
Entretanto, decidimos compartilhar o conhecimento para um monte de cientistas e buscadores e tem sido muito “raivoso”, porque eles foram ensinados a pensar e agir abusando dos materiais que os rodeiam. Já os médicos que tiveram acesso à tecnologia, estes a têm aceitado rapidamente. Renan avisou-me que um hospital nas Filipinas viu os resultados e começou a preparar dispositivos de plasma. E os resultados tem sido imediatos, não necessitando esperar.
E a teconogia de energia, a qual tem interessado tantas pessoas, está evoluindo, espalhando-se pela Itália e o mundo inteiro, com a nossa ajuda. Fomos empurrados também a comercializar produtos como os MPs, a caneta de dor, exatamente para demonstrar e espalhar mais a tecnologia. E logo mostraremos, de diversas maneiras, a ‘energia da água’ e a ‘energia da comida’.
Espero também obter algum tipo de parceria com o governo iraniano para mostrar o poder da antigravidade sem combustível, porém desta vez não vou repetir o efeito no Irã. Como alguns devem saber, o Irã, além de ser a primeira nação a aceitar a tecnologia, também investiu muito dinheiro na tecnologia de plasma como parte de sua tecnologia espacial, 7 anos atrás, e agradecemos seu apoio e financiamento, sem os quais as primeiras unidades de Elevação não poderiam ter sido desenvolvidas e testadas.
Trouxemos esta tecnologia do Irã, e agora chegou a vez dos italianos nos ajudarem, pois já nos deram um lar seguro e começaram a produzir unidades de energia em grande escala e a força por trás dos últimos desenvolvimentos é deles, com os primeiros lotes de sistemas Mag-grav já saindo de fábrica.
Temos um plano de contingência, caso aconteça de aqueles que encomendarem seus MPs, forem bloqueados de receber em seus países, um tipo de plano B para que isto chegue nas mãos do consumidor. Então, se governos ou normativas tentarem parar o processo, nós vamos fazer a nossa mágica que é enviá-la em três pedaços, como blocos de montagem separados, e então ensinaremos como montá-la em dez minutos, quando todas as peças já tiverem chegado e, se necessário, passaremos um link para um vídeo que ensine o passo a passo. Porque alguns governos podem até bloquear a entrada no país de um dispositivo, um MP completo, mas não podem bloquear simples pacotes contendo plástico e cobre. Se isto ocorrer, reenviaremos os plásticos, os cobres, e em seguida enviaremos o manual com instruções de como colocar tudo em ordem e deixar o MP pronto para ligar em sua residência. Acreditamos que assim não haverá nenhuma forma de bloquear ou parar o processo, caso algum governo imponha bloqueios para a entrada da unidade completa e montada no seu país.
Outra boa notícia é que na próxima semana doaremos o primeiro lote de MPs para veículos aos carros de polícia italianos de nossa região costeira, já que eles cuidam de nós, eles nos apóiam e protegem e já tínhamos prometido isto à eles. Assim devem todos os fabricantes ao redor do mundo fazerem o mesmo com as unidades policiais locais. Doem unidades para seus carros! Apoiem a sua força policial, porque a pedra angular da sociedade se move na mão dos policiais e das pessoas do setor de segurança. Há mais de trinta anos que eu tenho trabalhado com valores mobiliários e com polícias do mais alto nível e posso dizer que estou vivo por causa deles e temos sempre uma cooperação muito estreita. Vocês devem entender que quando esta tecnologia de plasma se alastrar e todos se servirem dela, não haverá mais armamentos, não haverá mais abuso e, de certo modo, todos nós, todos vocês se tornarão a força policial em ação. É por isto que vocês e nós têm/ temos de trabalhar de perto com estas forças de segurança, doando-lhes gratuitamente muitas MPs, seja para veículos, seja de outro tipo. Eles, assim como os bancos e outras instituições precisam passar a enxergar que há alguma coisa aqui dentro (FK, fábricas de MPs, etc.) que é para benefício deles e que não se trata de nada que vai contra a nação.
Então, quando você começar a produzir suas MPs, como parte do compartilhamento da mesma ética da FK, doe uma MP para cada policial, para cada agente de segurança, para os professores que alimentam as ideias das crianças, para os hospitais, de modo a que eles passem a nos apoiar, a ser agentes de expansão da tecnologia. No caso dos policiais, cujo investimento do setor em grande parte vai para a compra de combustíveis, usar MPs nos seus veículos pode render-lhes uma economia significativa e assim poder-se-á ter mais policiais nas ruas e consequentemente mais desenvolvimento. Também faremos muitas unidades de saúde que desenvolveremos em breve ir para a força policial, de modo que eles possam sentir em seu corpo os benefícios e fazerem melhor e mais efetivamente a segurança local, sem dores, com recuperação mais rápida. Entendam, você têm que trabalhar com toda a sociedade.
Aqueles que acompanharam as partes práticas das aulas anteriores já devem ter – para mostrar – suas bobinas nano revestidas. Tem alguns bem rápidos nisto. Richard já tem elas preparadas, Renan já mostrou elas ontem na sua linha do tempo no Facebook, Sabemos de alguns que nos acompanham aqui na Itália antes destas aulas iniciarem que já tem suas bobinas prontas e nano revestidas. Sabemos de um italiano que já já postou fotos nos grupos da Áustria. Convidamos o povo para mostrar-nos o que já tem, e assim ilustrarem para os que estão começando:
O professor Keshe insiste com todos. Há neste momento muitas pessoas falando quase ao mesmo tempo.
Richard diz: Eu acabei de fazer o segundo nano revestimento, então estamos realmente esperando por você para prosseguir com o resto dos passos.
204
Keshe responde: Mas, por favor, Richard, feche logo com a tampa para você não perder o seu nano revestimento, está bem? Quanto ao Renan, que infelizmente não apareceu com as fotos do seu trabalho, saibam que ele é o diretor de fabricação da FK nas Filipinas, responsável pela fabricação dos MPs nas Filipinas, os quais já estão sendo comercializados, pois eles se adiantaram muito,e o Renan tem feito voltas perfeitas nas suas bobinas. É interessante comentar os desenvolvimentos por lá, pois apresentam diferenças de padrão. Ontem eu estava falando com a fábrica de lá. Eles usam caixas de fusíveis, grandes capacitores convencionais, etc. Enquanto aqui na Itália nós não fazemos isso. Embora seja uma versão diferente, eles também têm conseguido uma boa saída de potência, podendo chegar a 3 ou 4 kW. Nós podemos construir MPs de 7 a 10 kW, mas preferimos deixar isto para vocês, dando-lhes conhecimento de como chegar lá, explicando-lhes como isto pode ser feito.
Aqui na fábrica da Itália, cada vez que idealizamos melhorias, nós colocamos logo em prática, atualizando isto para todas as unidades a serem fabricadas. Ontem, por exemplo, eu recebi uma chamada de uma das fábricas e resolvemos colocar cabos de alta potência capazes de suportar cargas pesadas e além disso tivemos que aumentar quase o dobro do comprimento do cabo devido a exigências regulamentares. Porque temos testado MPs saindo da fábrica que mostram potencial de alcançar 7 kW e não queremos que os cabos derretam. Mas por questões de regulamentação, estamos despachando tudo como sendo limitado a 2 kW, tal como já explicamos. Tais mudanças ocorreram na fábrica durante a noite passada, e tudo é muito rápido, mudamos a linha de produção no momento que descobrimos novos desenvolvimentos. Realmente trata-se de uma equipe de italianos muito versátil e que têm se dedicado para ver esta tecnologia funcionar. Lembremos que, desde o início, estabelecemos como código de ética que, nas fábricas, todos os trabalhadores daqui deveriam ser italianos naturais, não havendo nenhum estrangeiro trabalhando nelas. Esta é outra forma de apoiar os italianos, que nos acolheram e têm nos acolhido tão bem.
Como eu estava dizendo, sobre as atualizações técnicas nos dispositivos, elas são uma constante nas fábricas. Os MPs para automóveis vão ser atualizados também, na medida que novas descobertas forem surgindo. Esta é uma das razões porque queremos ver o que vocês estão produzindo, porque assim poderemos passar para vocês, e para as fábricas do mundo inteiro, as atualizações e mudanças que podem ser feitas a fim de potencializar os dispositivos.
Outro assunto é sobre pessoas belgas que andaram enviando e-mails para os bancos belgas acusando-nos de estarmos lavando dinheiro com as vendas das unidades. Um dos bancos ligou-nos e informamos nossa ética e nossos protocolos e regulamentações, mostramos o link para a reunião com os diversos embaixadores dos países, e eles no final pediram-nos desculpas. Quanto aqueles belgas e alguns alemães que denunciaram isto, injustamente, agora é eles quem são os investigados da rede bancária, e podem ser indiciados por fraude e até por invasão de contas. A situação reverteu favorável para nós. Algo semelhante havia ocorrido antes com nossa conta no PayPal, e chegamos a pedir que os doadores e compradores declarassem por escrito que não se tratava de lavagem de dinheiro. A investigação quanto a estes mentirosos está em andamento, na Bélgica e na Alemanha, mas nós, a FK, estamos limpos, ainda estamos aqui e vamos continuar seguindo em frente, trabalhando inclusive com governos ao redor do mudo inteiro que queiram trabalhar conosco. E os fundamentos, as diretrizes têm de ser as mesmas para todos eles.
Na continuação, veremos detalhes técnicos de construção do MP, avançando para o próximo passo.

AVANÇAR À PARTE 2 DA AULA 3

RETORNAR À PARTE 4 DA AULA 2

COMEÇAR DO INÍCIO – AULA 1

Mehran Keshe Foundation KFSSI applications aplicações