Aula 2 – parte 2

 

AVANÇAR À  PARTE 3 DA AULA 2

RETORNAR À PARTE 1 DA AULA 2

ESTA É A PARTE 2 DA AULA 2:

(postada em 24 de fevereiro)

00b professor M.T.Keshe

TEMA PRINCIPAL

PLASMA – AVANÇADO

A medicina atual tem falhado porque tem de lutar contra todas as doenças. É por isto que você não vê o câncer e outras doenças crônicas sendo erradicadas. Mas nós descobrimos que é possível trabalhar as doenças, as infecções, de uma maneira muito simples. apenas alterando o campo gravitacional e magnético (mag-grav) e, como resultado, eles (leucócitos?) dão ou eles tomam (campos mag-grav) ou elas (células afetadas) não podem mais continuar existindo.
Então, se é muito difícil para você entender a nova tecnologia de plasma, eu trouxe aqui comigo a tecnologia mais complicada de todas para você entender. um rolo de papel higiênico de folha dupla (risos).
143
Meus alunos sabem que eu sempre uso coisas simples, que se tem em casa, para explicar as coisas para eles. Dê uma boa olhada para este rolo de papel, porque logo você vai entender a ciência de plasma rapidinho. E eu tenho certeza que os físicos do CERN já estão se perguntando como esta tecnologia foi parar tão rápido nos sanitários das casas (risos).
Digamos que este pequeno rolo seja o seu plasma de hidrogênio. Eu desenrolei um pouco do rolo e estou tomando este rolo aberto como sendo um pedaço de plasma mag-grav que eu abri, abri o plasma.
144
Interiormente (no centro) você nota que o plasma de hidrogênio se encontra bem embalado com campos mag-grav
145
e na medida que ele foi se alongando até a borda ele produziu (fez aparecer) dois Campos magnéticos (teoria da “dupla” de campos, representado por folhas duplas).
146
Desse modo você tem o campo magnético atuando por fora e campo gravitacional atuando por dentro. Como se trata de um rolo de folha dupla, você tem de pensar nesta zona externa ou de fronteira de duas maneiras: como manifestação magnética (folha externa) e gravitacional (folha de dentro).
147
Então este é o plasma de hidrogênio e esta é a sua parte magnética e esta é a sua parte gravitacional.
148
Não se esqueçam que o gravitacional atua pelo centro, porque ele sempre tenta puxar, e o magnético está lá fora (com uma energia de ‘empurrar”) exatamente para protegê-lo (funcionando como um escudo).
Mas se você olhar os campos magnéticos são tal como no rolo de papel higiênico; eles são entrecortadas em blocos, tal como seções individuais que se obtém, e cada qual com sua própria intensidade magnética; Mais para fora do rolo, menos intensidade; mais para dentro do rolo, maior intensidade.
149
Se eu buscar da intensidade que se manifesta no lado mais exterior, eu logo não a terei mais dela para usar, porque é uma intensidade fraca. Então, o que eu faço é ir para mais perto do centro a fim de poder obter campos magnéticos de intensidade mais forte, e é estes que eu usarei. O que eu devo fazer é gerar maior força gravitacional, para que eu possa puxar para mim mais “seções” magnéticas de intensidade mais forte, que são estas que estão mais para o centro.). 
150
Então estas seções “magnéticas” buscadas se tornam minhas (eu – ou o reator, ou nave – as vou pegando para mim uma por uma)
151

exemplo de uma seção “magnética”

O procedimento abaixo, mostra como deveria ir se acumulando mais e mais. Pense como se isto acontecesse várias vezes. Trata-se de uma animação. Caso não possa ver a animação, clique  sobre a imagem abaixo para visualizar a animação numa janela em separado:

152

E quanto mais eu pego, maiores elas vão se tornando, maiores e maiores, pois estão se acumulando na região do centro (porque a força gravitacional que tenho é maior, mais para o centro elas vão).
Então agora você pôde ver como simplesmente isto funciona.
Veja a ilustração abaixo: Este pequeno rolo no lado esquerdo, ao mesmo tempo que é um plasma, também é um átomo de hidrogênio. Você quer ver uma estrutura atômico-nuclear de, digamos, um plasma de plutônio? Eu tenho um aqui para você ver. Aqui está (um grande rolo de papel de folha dupla é apresentado):
153
Então, na verdade, não há diferença. Apenas que o rolo de papel menor (menor volume) é o hidrogênio. Olhe bem para cá, agora você tem um campo magnético de hidrogênio e um outro de plutônio, e fez isto sob condições atmosféricas normais.
155
Mas eu vou trabalhar agora com este rolo grande (maior volume), o qual é constituído da mesma coisa (Campos magnéticos plasmáticos).
154
Então necessitamos arrancar algumas seções (magnéticas) dele, porque o átomo de plutônio – podíamos no lugar estar falando do de ouro, tanto faz – está tão cheio que, do jeito que está, não é possível ir mais para dentro, para o centro, para ter acesso à sua maior intensidade, então a gente simplesmente retira seu excesso, suas camadas exteriores, – em outro lugar isto é chamado de “suprimir” – pois este é o único modo de ter acesso à intensidade maior do que está dentro. Tudo sempre depende de quantas seções de campo magnético plasmático há no interior do plasma. O menor é o de hidrogênio e o maior, neste caso, é o de plutônio. O que ocorreu é que nestas condições atmosféricas eles vieram a se manifestar em termos de tangibilidade a estes níveis diferenciados de quantidade dos mesmos campos magnéticos plasmáticos. Só diferenciam nas quantidades de “seções” magnéticas, chamados de campos magnéticos plasmáticos, presentes em cada pacote, mas por dentro eles são a mesma coisa. Assim, dependendo de quanto há em seu interior, este é um plutônio, este é hidrogênio. A esta condição atmosférica eles conseguiram se manifestar como tangibilidade a este nível, mas no fundo eles são a mesma coisa: plasma.
Então, agora, a diferença entre um físico nuclear e um físico de plasma é que nós os físicos de plasma nos permitimos ir mais para dentro sem “ter medo de uma estrutura nuclear”.
Assim, em nosso entendimento, o que conta mais não é a quantidade mas sim a intensidade acumulada destes Campos magnéticos plasmáticos que se encontra armazenada no interior do átomo.
156
Na fronteira de cada um deles, vemos proporcionalmente a diferença de intensidade dos mesmos (mais pacotes, mais intensidade), mas isto em relação a condição atmosférica da Terra, porque a zona de fronteira deles, as suas duas últimas camadas, sempre interagem com a condição atmosférica do planeta onde está.
155
Mas se mudarmos este parâmetro, ou seja, se ao invés da sua manifestação ser na atmosfera desta planeta, e eu resolver estender a manifestação deste plutônio, por exemplo, até a atmosfera dum planeta hipotético chamado “ZUS” (que provavelmente tenha uma condição atmosférica – seu mag-grav – mais forte) , a manifestação do estado de matéria do plutônio vai estar em um ponto de intensidade mais forte (por estar mais para o centro, ficando maior a densidade da matéria deste plutônio, poia suas duas camadas de fronteira têm mais seções gravitacionais e magnéticas para lhe servir como escudo atômico).
157
Mas na Terra, por ser de uma condição atmosférica (mag-grav) mais fraca, o mesmo plutônio se manifesta em um ponto de intensidade mais fraco (por sua zona de fronteira estar mais longe do centro e suas duas camadas de fronteira com menos seções mag-grav para lhe servir de escudo, faz menor a densidade da matéria em seu interior, ao menos menor do que no planeta hipotético com maior mag-grav).
.
Saiba que se você entender bem disto, descobrirá que qualquer um que disto entenda pode se tornar facilmente em um físico de plasma !
.
Cada osso, cada célula única do seu corpo é um plasma. O que você tem medo de entender sua própria criação; o que você foi criado a partir de? Mas, na realidade, não há diferença. Se você pudesse entender a forma tão simples como o plasma funciona, você descobriria que não é nada mais do que a forma de um rolo de papel.
158
Trabalhar com o plasma será, portanto, saber:
– como você vai enrolá-lo,
– o quanto (de seções (“magnéticas”) você vai suprimir / recortar / retirar,
– e com qual intensidade você quer que, a partir de então, ele se mostre / se manifeste exteriormente. .
Fazendo assim, você pode criar um plasma e então, no centro dele, armazenar o suficiente de intensidade “magnética” (suprimida) para, fortalecendo-o (em intensidade (lhe dando massa?), vir a se tornar (do lado de fora) em ouro para você, ou então você pode enfraquecer este plasma o suficiente para que ele se torne para você num gás hidrogênio que você possa manipular.
Mas você deve perceber que este desenho de uma espiral, em cor verde, se trata de uma dada combinação de força de gravidade com um campo magnético em um ponto específico do universo.
Então, vejam vocês:
Em cerca de pouco mais de 5 minutos, de uma única tarde, vocês se tornaram em mais físicos de plasma do que os físicos de plasma do CERN. Porque tornou-se fácil de entender, de uma maneira simples de explicar, o que é e como se trabalha com plasmas.
E então tudo que você precisa se preocupar é se no final (na zona periférica de manifestação) você quer qie o campo de manifestação vá deste ponto (1) para este ponto (2) – para formar um escudo maior, ou plutônio / ouro – ou se você quer que ele vá deste ponto (3) para este ponto (4) – para formar uma gravitação maior – hidrogênio -, pois os pontos de 1 a 2 são o campo magnético e os pontos 3 e 4 são a força gravitacional.
159
Entenda isto e você irá compreender de forma simples como um mesmo plasma pode ser usado de muitas maneiras, para muitas aplicações.
.
O que fazemos é mudar o plasma de acordo com o ambiente, alteramos ele de acordo com o campo magnético e gravitacional (mag-grav) do ambiente e, como consequência desta mudança do plasma em relação ao seu ambiente, em seguida ele se manifestará neste mesmo ambiente em algum estado de matéria diferente do dele. Como resultado ele se manifestará a si próprio sob a forma de um gás (gasoso), de um líquido, de um sólido ou, se você quiser, ele também pode se manifestar sob a forma de um vapor (um estado de transição entre 2 estados fundamentais).
Mas se você você for até o limite do que até agora se considera como perdido pela humanidade (isto é, se extrapolar seu conhecimento do que é um plasma), o plasma é muito fácil de ser entendido, seja este o plasma do universo, o plasma da célula humana, ou outro plasma, pois eles funcionam exatamente iguais em todas as escalas conhecidas. Nem sequer é necessário que você compre telescópio ou microscópio para que possa entender como o plasma funciona. Basta olhar para como o planeta Terra é estruturado, como o universo é estruturado, como o sistema solar é estruturado, e você logo entende o trabalho do plasma (que é sempre o mesmo).
Vamos pegar como exemplo o nosso sistema solar. Se a energia que vem do Sol, na redução da sua intensidade, manifesta-se a si própria em algum lugar, algum ponto local deste sistema solar sob a forma de um pó, como um estado sólido de matéria na forma de poeira a qual podemos enxergar, então a conclusão a que chegamos é que este plasma do sistema solar (que vem dos raios do Sol para todas as direções) está repleto de “partículas de Deus” (partículas que dão massa aos átomos e seus componentes, referindo-se à teoria do bóson de Higgs). Certo? Neste caso nós teríamos que dar um monte de prêmios Nobel para o nosso Sol, não é mesmo?
É uma hipocrisia ver o que tem sido feito pelo grupo de cientistas-do-não-saber (ou de não deixar que se saiba), a felicitarem-se uns aos outros em sua idiotice, e ver toda a hipocrisia que eles criaram para si mesmos (nestas conclusões científicas deles). É como um bando de macacos a olharem todos para dentro de um mesmo pote contendo um pouco de água e dizerem uns para os outros: “oh, que maravilha de oceano tem aí dentro ! “.
Nesta simplicidade da compreensão do plasma, se você entendeu o que foi lhe foi dito nesta manhã sobre plasma (aula 1, especialmente sobre plasmas / Gans em cima de arames nano revestidos, e também sobre a irradiação que vem do Sol) e você puder soltar isso, ou seja, se você souber como preparar este ambiente, e souber como reduzir a intensidade (da irradiação plasmática), e como conectá-la como saída para seus dispositivos, o plasma vai lhe fornecer toda a energia de que você necessita para o seu sistema MP- ou para o plasma do mix de Gans que se encontra ao centro de cada conjunto de bobinas.
Keshe faz um movimento em espiral que vai do ponto 2 ao ponto 1, e do ponto 1 saindo para um coletor de energia. Ver figuras:
160
Repare bem nisto, pois é tudo o que temos buscado fazer nestes sistemas Magravs Power que estamos inaugurando. .
Se nós tivermos uma fonte (mix de Gans central) a partir da qual pudermos lançar a energia do Sol (irradiação plasmática), então logo vamos poder ter liberado para nós toda a energia do universo. O que nós fizemos para liberá-la? Como nós estamos fazendo que ela se manifeste no exterior? Veremos.
Primeiro você coloca (o plasma) aqui, como camadas nano por todos os lados do arame,
161
se você puder criar um ambiente (banho de mix de Gans, por exemplo) onde ele possa ser liberado em um novo ambiente, ele torna-se o Gans de si próprio
162
em redor de todo o arame:
163
Feito isto você está em uma posição fantástica, pois você tem feito o que supunha achar-se impossível de se fazer, ou seja:
por causa dos nano materiais das camadas, a energia dos Gans acima deles, além de continuar lá, irá produzir mais energia a partir de si própria.
O que é interessante é que, se você puder tomar desta energia cada vez maior que vem desses Gans que vão “se aumentando a si próprios em energia”, e conseguir fazê-la fluir para dentro, as nano camadas que estão em baixo, devido a suas características (exatamente como como os depósitos de grafeno nas garrafas de coca-cola) estarão absorvendo qualquer energia do espectro completo daquilo que estiver ao seu redor, Pois é sabido que as nano camadas continuamente absorvem ou sugam todas as formas de energia ao redor.
E sendo seu fornecedor exatamente este material Gans que está em cima – que é um fornecedir gratuito – pois as nano camadas absorvem o que este Gans estiver lhe fornecendo como energia.
164
As nano camadas absorvem e lançam toda energia (sob a forma de supercondutor) para dentro das nano camadas e estas por sua vez para a direção aonde estiver indo o fluxo (1). Então isto faz com que se tenha um fluxo contínuo de energia indo por dentro do cobre (2)
165
Então o que se ganha aqui, com este pequeno sistema, é um fluxo contínuo de energia que tem uma fonte contínua, um coletor e um transportador. É um sistema autossustentável.
.
Mas o que você tem que procurar entender é que, pouco importando se estiverem em estado de matéria, estado nano ou estado de Gans,
166
TODOS eles são plasma. TODA ENERGIA, TODO ESTE FLUXO energético que se estabeleceu, está baseado em uma única prerrogativa: de que toda matéria é plasma. As camadas nano são um plasma, os Gans são um plasma, portanto, nestas condições, todo o trabalho universal está se executando dentro de um estado de plasma.
Agora, pela primeira vez, com estes arames nano revestidos e recobertos de Gans, nós conseguimos separar a energia da matéria (E=m.c?), ou seja, fizemos o transporte, a mudança a partir de uma estrutura molecular de matéria para uma estrutura de um único plasma. E o que temos aprendido é que nós podemos absorver esta mesma energia outra vez de volta para a fonte, de modo que esta nos dê daquilo que estivermos interessados, que neste caso é uma boa quantidade de energia limpa.
Mas você deve entender que estes são Plasmas Livres, e por esta razão poderão suprir-nos com todo tipo de energia, ou seja com a energia plasmática de que nós necessitarmos para qualquer coisa.. Um tal entendimento fará o ser humano pensar sob uma nova perspectiva. Porque até agora tem sido um hábito humano guardar coisas para os dias chuvosos ou frios, recolher alimentos e água e estocá-los para dias em que não houver comida, ou recolher dinheiro ou ouro todos os dias para que o dia em que algo acontecer se poder ter dinheiro ou ouro para comprar coisas de que se necessita. Mas se você compreender bem a estrutura de como esses Plasmas Livres (e todo e qualquer plasma) trabalha, pela primeira vez na história humana o ser humano não mais vai necessitar armazenar uma série de coisas. Na verdade você não vai mais ter que armazenar coisa alguma, já que a energia de tudo que você quiser, de tudo que você for capaz de imaginar, vai estar armazenada no plasma e disponível o tempo todo. Então, se você quer obter ouro, você cria o campo gravitacional e magnético (mag-grav) do ouro e então promove a manifestação daquela quantidade de ouro de que você necessita. Se você quer água, você pode produzir o máximo de água tangível que você acha que vai gastar naquele dia. Você pode inclusive manter fixa a intensidade dos campos mag-grav da água de modo a nunca torná-la tangível, manifesta, até o momento quando você necessite, por exemplo, de um pouco de água para poder lavar as suas mãos.
Também existe uma outra possibilidade: de você levar em redor do seu corpo (em um dispositivo?) o campo mag-grav da água de modo que você possa estar constantemente absorvendo a umidade do ar, mesmo sem ter que beber um só copo de água. Mas para poder fazer isto que foi dito por último você vai ter que mudar a estrutura do plasma do seu cérebro, a qual é responsável pelo “seu emocional”, para que ele (e consequentemente o seu corpo inteiro) aceite esta nova energia e entre em conformidade com a água de que seu corpo (ou sua parte emocional do cérebro) necessita capturar. Leva um bom tempo de auto-aprendizado mas chega um momento que então seu corpo passará a absorver água da umidade do ar e nunca mais parará. Algo tem de entrar no corpo da pessoa e mudar (a pele?) para o plasma do Gans da água. E então seu corpo terá toda água de que necessita sem você necessitar beber uma só gota de água.
SOBREVIVÊNCIA E MOVIMENTO NO ESPAÇO
Se você acha isto tudo um exagero, entenda que toda tecnologia da Fundação Keshe é uma tecnologia espacial. Não é um programa espacial do tipo dirigido pela NASA ou coisa assim, mas um “programa de nave espacial”, ou seja, um programa de sobrevivência no espaço com e dentro de uma nave espacial.
Sabemos que um programa espacial como o da Nasa exige propulsão a jato, queima de combustível, estocagem de comida, de água, transformação de gelo em água, lavoura em estufas, e tudo o mais. E deste jeito, pode ter certeza que o processo de adaptação da NASA da sua atual propulsão a jato com ampla queima de combustível para aquilo que eu chamo de “treinamento de natação na piscina espacial” provavelmente será longo…
Mas com um “programa de nave espacial” não há nenhuma preocupação, já que em qualquer lugar do universo vai ser possível tomar aquilo de que necessitarmos a partir dos campos mag-grav em redor. Se é de água que necessitamos, convertemos o plasma / mag-grav em água, se necessitamos da energia do plutônio, mudamos o plasma / mag-gra para que manifeste plutônio, e assim por diante.
Mas a diferença nisto tudo está em que, uma vez você entenda os posicionamentos de campos mag-grav você deixa de queimar combustível, e a queima de combustível como propulsão então deixará de ser usada, porque deslocamento significará apenas você posicionar seu veículo em relação ao ambiente onde você deseja estar.
184
No Espaço sideral, você está em um constante assumir sua posição em relação à duas coisas: ao gravitacional ou então ao magnético. E se você encontrar uma posição em relação ou ao gravitacional ou ao magnético ao seu redor, então basta você apontar onde você quer estar em relação ao que já é a sua posição atual. Então você aumenta / intensifica a sua gravidade em relação a um outro planeta e sua nave é imediatamente atraída para ele. E se você, por outro lado, aumentar o seu campo magnético (ao invés do gravitacional) em relação a um certo planeta, em seguida você será impulsionado a se separar / se distanciar dele imediatamente.
Mas já adianto-me em lhe dizer que, em seguida, cada pessoa vai se tornar parte integrante da comunidade universal (porque a viagem espacial nesta nova modalidade não rá requerer praticamente quase nenhum treinamento). Alias, de certo modo, colocando a coisa de um outro modo, você, cada um de vocês já faz parte do programa espacial, e também da comunidade espacial, já que você se encontra agora mesmo dentro de uma imensa nave que habitualmente é chamada de Terra, planeta Terra. E o próximo passo para a humanidade será então construir o que é chamado de subestações espaciais, capazes de receber embarcações menores as quais passarão então a produzir condições de posicionamento mag-grav (matéria escura e átomos 113 a 115, conforme patente 117) para em seguida irem ao encontro de novas posições no universo. E isto tudo sem queimar um único átomo E é nesta área (de deslocamento espacial) que a nova tecnologia de plasma irá ensinar à Humanidade uma nova dimensão de existência (existência fora do planeta Terra) Por isso se chama programa de nave espacial (transladado para a Terra chama-se projeto Oásis do Sr. Keshe) que é para terem dentro de numa nave tudo de que necessitam para continuarem vivendo..
Então agora você deve procurar compreender que ao lhes oferecer, como estamos fazendoa gora, uma unidade de energia usando plasma, nós da Fundação Keshe estamos também tentando mostrar-lhe uma nova forma de sobrevivência no Espaço sideral (porque este tipo de energia existe em todo lugar).
E que quanto mais vocês puderem entender a simplicidade de se trabalhar com o plasma, muito rápido toda a perspectiva da Humanidade irá mudar completamente, porque vocês vão passanr a entender como todos os sistemas mag-grav trabalham e vocês rião sendo então mais e mais beneficiado com isto aqui na Terra. Por exemplo:
– poder sobreviver diante de desastres naturais (sem morrer de fome ou sede);
– passar mais tranquilamente por condições adversas onde até então não haja quase nenhum sistema de apoio de vida, ou de regularização da saúde;
– não mais passar por condicionamentos em questões de primeira necessidade – como obtenção de energia e água por exemplo- onde no sistema atual não poderíamos jamais nos libertar caso os governos não quisessem que isto aconteça.
Toda a perspectiva de vida, na Terra ou fora dela, vai mudando pouco a pouco com esta tecnologia.
Será que continuaremos necessitando daquilo que chamamos de supermercado? Acho que não! Em um tempo muito curto vamos demonstrar o que chamamos de modelo para a construção da unidade de alimentação, a partir da qual vocês poderão alimentar-se, e então saberemos quanto os donos de supermercados vão querer pagar você para não fabricar sua própria comida sem ter de depender o tempo todo deles.
Chega a ser irônico. Agora você vê o quanto as coisas irão mudar.
Agora você pode entender até mesmo as doenças: Os vírus são nada mais do que pacotes mag-grav que se prendem à proteína dos aminoácidos humanos, e com a tecnologia de plasma você aprende, você saberá, como fazer para produzir a intensidade de campo mag-grav oposta à dos vírus.
Você não necessitará mais de produtos farmacêuticos já que, em seus novos sistemas de saúde (muito simples de construir, embora use mais material) você pode criar o mesmo sistema (mag-grav) dos remédios, e com eles superar qualquer doença.
A partir de 1 ano ou um pouco mais, ou seja, assim que tivermos conseguido fazer tudo isto algo público e os cientistas começarem a abrir a caixa de pandora e analisar quão simples as coisas podem ser feitas por eles, então quando isto acontecer nada mais será o mesmo no mundo, nem com relação à energia, nem remédios, nem comida, nem na produção de materiais, e até mesmo em relação às viagens espaciais.
O OUTRO LADO DA TECNOLOGIA:
Entretanto, temos visto que algumas pessoas conseguiram entender o lado errado dela, e agora estão se mudando de um país para o outro e estão planejando usar o conhecimento do plasma no tráfico de drogas, pois pelo uso da mesma tecnologia você pode chegar à / tocar a emoção e ao pensamento do ser humano de forma tão fácil quanto você poderá alimentar um ser humano com ela. Estamos plenamente cientes do que está acontecendo, mas no que se trata do livre-arbítrio humano nem tudo é ótimo.
Então você tem de entender também o quão poderosa esta tecnologia pode ser e como ela pode ser usada ou abusada de uma forma muito fácil também. Se vocês usarem-na positivamente, vocês terão o melhor da tecnologia espacial e de sobrevivência no Espaço e na Terra, mas se vocês abusarem dela, vocês só irão destruírem a si próprios, nada mais do que isto.
O PROBLEMA DO PETRÓLEO:
De muitas maneiras, a tecnologia de plasma é a única solução para o futuro da humanidade e não haverá outra alternativa. Nós nunca vamos deixar de usar os óleos. Eles são produzidos naturalmente na Terra durante bilhões de anos sob a forma de petróleo ou óleo cru, e eles são também reproduzidos pela humanidade para comer. Nós nunca vamos ficar sem óleo nem petróleo. Qualquer um que lhe disser que o petróleo e o óleo de pré-sal vão terminar amanhã só quer que você continue pagando por eles. Nós já demonstramos (nos workshops) que todos os aminoácidos deste planeta estão em contínua produção de óleo,
168
e que isto não tem nada que ver com os dinossauros e outros animais do passado – pois falar nestes termos é tal como ver nossos cientistas falando da Partícula de Deus (que não existe).
As pessoas não entendem ainda o quanto elas podem ser abusadas (por cientistas, governos, industriais e comerciantes).
169
Se vocês entendessem a simples realidade de que é a condição atmosférica do planeta Terra que é a causa, o motor de arranque e a propulsora dos aminoácidos, então ficaria muito fácil vocês entenderem o resto todo do que foi dito sobre os óleos combustíveis, e saberiam que toda a indústria petrolífera não é senão uma imensa campanha publicitária para que as pessoas continuem dando suas vidas, e mutio de sua energia e de seu tempo para continuarem consumindo e queimando os combustíveis dos postos de venda e lojas de conveniência.
Mas a realidade é que, ao longo dos próximos anos, as pessoas envolvidas em toda a indústria e comércio de petróleo pelo mundo afora vão se tornar motivos de chacota / piada das outras pessoas. Porque as pessoas irão perceber o quanto elas foram amplamente abusadas por este setor em específico. Porque o planeta continuará sempre mais e mais produzindo este combustível e nunca isto terminará (somente terá outros usos menos importantes ao longo do tempo).
170
Mesmo que você ainda não tenha conseguido entender o plasma, a tecnologia do plasma, ao menos você conseguirá entender um outro grande jogo no qual todos vocês cairam como patos, que é o jogo chamado “armadilha do gás carbônico e do metano”, segundo o qual estes gases em excesso na atmosfera criaram o “aquecimento global”, o qual por sua vez é “a causa de todos os nossos problemas modernos”. Vou, entretanto, lhe passar um pedaço das novas notícias, e assim você não poderá dizer que ninguém algum dia chegou para você e lhe contou toda a verdade sobre o que está acontecendo. Esta é a notícia:
171
Quanto mais CO2 você produz, quanto mais carbono você coloca no ar, na atmosfera do planeta, mais petróleo é produzido nos poços petrolíferos do subterrâneo.
172
E este planeta nunca antes produziu tanto petróleo quanto nos últimos anos, desde quando o ser humano começou a queimá-lo. Veja bem qual é a base do petróleo: são os aminoácidos (COHN, ou carbono, oxigênio, hidrogênio e nitrogênio). O circuito CO (mistura de carbono com oxigênio) atrai outro CO para produzir o CO2 (e isto por sua vez ativa os aminoácidos cada vez mais, para produzirem mais e mais petróleo).
173
Não existe na verdade um aquecimento global e sim um monte de fatores globais. Por trás disto há um monte de roubo (desvio de dinheiro), de corte ilegal de árvores, de plantação de florestas virtuais que nunca existiram. Tudo isto porque quanto mais carbono for colocado a interagir com o oxigênio e nitrogênio do ar, e tendo o hidrogênio noutro extremo,
174
mais petróleo é produzido na interação com os elementos que você vai lançando no ar e nos mares para no final tornarem-se no petróleo que será colhido das zonas mais profundas em alguns anos. .
A poluição do ar não tem nada a ver a umidade e os metais que você solta no ar devido ao consumo de óleo nos motores. Porque quando você tem petróleo, estes óleos passaram à estrutura da fisicalidade do planeta, que absorveram outras entidades para si mesmos e para que eles sejam libertados no ar; você começa a poluir o ar. Além disso, a umidade tem a ver com produção de H2O. Então, agora que vocês entendem de física de plasma qualquer um de vocês pode explicar que quanto mais CO2 se coloca no ar, mais petróleo é produzido. Se passarmos a utilizar do plasma, porque iríamos colocar mais carbono e CO2 no ar? Eu duvido muito, pois não há necessidade. E, tal como o presidente da China, já que 3 unidades MP e sabe-se lá quantos kit CO2 foram para a China, todos vão descobrir muito em breve que a mudança ambiental para a civilização humana (para melhor, é claro) será drástica. Nós levamos mais de 100 anos só para lentamente nos adaptar a uma ova composição do CH e do carbono e nitrogênio em nosso ambiente. Mas a partir de agora, quando as unidades passam a extrair o CO2, o Metano, e não produzi-lo mais na mesma taxa, os nossos pulmões e o nosso sãngue vão ter que mudar novamente só para se adaptarem, mais uma vez, às novas mudanças positivas decorrentes da manipulação dos plasmas na Terra. Novas mudanças e adaptações virão, mas porque agora entendemos o trabalho do plasma, elas podem ser mudanças definitivas para melhorar a vida de todos. Mas isto depende de nós todos manipularmos o plasma destas maneiras corretas como está sendo ensinado, e não de forma errada para nos destruir. Agora você entende porque não prevemos mudanças climáticas h orríveis para os próximos 2 ou 10 anos. Se vocês passarem a entender tudo sobre plasma, entenderão esta parte da realidade também.
Você pode criar um plasma que é uma enorme quantidade de campos mag-grav reunidos em uma única entidade (que não precisa ser muito grande em tamanho)..
175
em seguida, a partir deste mesmo plasma você pode criar qualquer material que você necessita. Mas você tem que começar (a manifestação material) em diferentes posições desse plasma. Aqui (na base do desenho) você obtém, no estado de matéria, o hidrogênio, mas aqui, neste outro nível de energia (topo do desenho) você obtém a manifestação do ouro. E assim por diante..
176
Assim, o mesmo plasma pode dar-lhe qualquer coisa, dependendo de com qual intensidade você queira chegar / trabalhar dentro dele.
Lembre-se de uma coisa, se você não vem nos acompanhando nos workshops da Fundação Keshe, vamos agora explicar para você algo muito interessante:
Se esta é a intensidade do plasma,
177
e este é o seu campo mag-grav,
178
a intensidade do plasma aumenta pela ordem de grandeza que você vê aqui nesta ilustração abaixo. Por exemplo, aqui (na periferia, representado pelo número 1) (a sua intensidade) é 10 elevado à potência de 1; aqui (2) sua intensidade é 10 elevado à potência de 1.000.000 (1 milhão); e aqui (3) nós não vamos querer contar, de tanta intensidade que é.
179
Assim, a ordem de grandeza obtida depende de quanto você vai mais para o centro do plasma (ou rolo de papel, lembra-se do exemplo do rolo de papel?).
180
Isto serve para vocês entenderem como vocês poderão ter praticamente tudo a partir de uma única e mesma energia que vem de um plasma, a qual pode durar milhares de anos (sem se consumir por inteiro);
O plasma de um hidrogênio tem estado conosco há milhares de anos, milhões de anos talvez.
181
Ele abre-se apenas como estado de matéria, mas contantemente permanece o mesmo, porém (em relação ao seu ambiente) ele está sempre absorvendo e está doando campos. Apesar de ele ter armazendado em si tanta energia, ele pode deste modo dar a aparência de um único plasma de hidrogênio e fazê-lo durante milhões de anos.
182
Então você pode imaginar quanta energia está em um único plasma de um átomo de hidrogénio (equivalente a 230 mil campos magnéticos plasmáticos empacotados – Nota do tradutor). Se você puder “batê-lo” e utilizar-se cada único campo dele, ele pode durar para você, seus netos, seus bisnetos e além. .
Deixe-me explicar-lhe uma coisa – e você deve procurar entender o que eu estou querendo lhe explicar:
Quem se opõe à esta tecnologia, e ao seu entendimento, tal como vocês estão passando a compreender, estas são pessoas que tem abusado de vocês, e elas querem continuar a mantê-las sob o mesmo tipo de abusos. Eles me chamam de terrorista. Eles podem chamar vocês do que eles quiserem, porque com estas acusações eles têm mais controle sobre vocês, e assim manter aquilo que eles conquistaram sobre vocês, especialmente os governos.
Entretanto, agora eles não podem mais controlar tudo o que fazemos, tudo o que vocês todos estão fazendo, em suas casas, em suas oficinas. Entretanto, há uma ética com relação à tecnologia de plasma: você tem que trabalhar corretamente, agir correto. Não se esqueça nunca que suas próprias células corporais, sua própria emoção, todo o seu corpo é feito da mesma coisa, de plasma,
183
então, você está conectado à ele de uma forma muito dinâmica. Você não pode abusar da tecnologia, porque se abusar da tecnologia você vai estar abusando de si próprio, e deve recear apenas os danos deste próprio abuso. Não há nenhuma cenoura e nenhuma vara para segurá-la, pois a partir de agora a humanidade já compreende que pode ter aquilo que quiser, quando necessitar daquilo, e na quantidade que necessitar daquilo. Então qual é a razão para lutar por algo, de fazer guerra por alguma conquista? Qual é a razão para alguém ser um contratado de outra pessoa, porque o contratador é o que pode pagar um casaco caro que resultou da matança de algum animal? Ou porque ele tem uma casa de ouro? Sendo que daqui a pouco você vai poder produzir você mesmo todo o ouro que quiser? Se, tal como testemunhamos, um homem doente domiciliado em Dubai pôde produzir ouro enquanto ele estava doente em um quarto de hotel, quanto mais vocês o quanto podem fazer?
Então, chegou o momento da Humanidade passar a entender e começar a desvendar os segredos do plasma e fazer isto coletivamente. Neste momento, não há qualquer universidade, não há quaisquer professores em tecnologia de plasma, além de mim, eque lhe ensine corretamente como o plasma é. E para o mundo da ciência também corresponde a uma “ardósia limpa” (?). Mas vocês tem agora a capacidade mental e o tino experimental para obterem uma graduação como professores em plasma. Como ninguém jamais antes foi capaz de lhes ensinar a maneira correta de ver e tratar o plasma, então quando o plasma passar a ser visto da forma correta e todos nós aprendermos os mesmos princípios, todos se tornarão especialistas em plasma, pois todos terão o mesmo conhecimento.
E, para que a humanidade comece bem, com todos juntos aprendendo de uma só vez, temos este exemplo nada complexo, que é o sistema de energia Magravs Power, que lhes está sendo apresentado gradativamente. O resto é com vocês.

AVANÇAR À PARTE 3 DA AULA 2

RETORNAR À PARTE 1 DA AULA 2

Mehran Keshe Foundation KFSSI applications aplicações