Saúde para os doentes

Soluções para a saúde de pessoas doentes. especialmente para tratar e curar doenças que não há cura pela medicina atual:

 

Vários desenvolvimentos nesta área de saúde estão sendo estudados e testados. Pessoas com fibromialgia, esclerose lateral múltipla, pessoas em estado de coma, tem sido restabelecidas mediante os vários métodos da Fundação.

Estas metodologias visam principalmente tratar astronautas que fiquem doentes no espaço sideral, seja por vírus desconhecidos, seja por doenças advindas da sua própria cronologia genética, seja por doenças tradicionais.

Para não atritar com os métodos científicos e médicos existentes, aqui na Terrra a Fundação tem se preocupado em tratar apenas aqueles tipos de doenças que a medicina considera em estado terminal, que é quando os médicos e os especialistas consideram que não haja mais nada a fazer.

Uma paciente em estado de coma por muitos meses voltou a consciência em alguns dias, depois que foi implantado um mini-reator especialmente preparado na sua mandíbula, o qual atraiu a consciência da paciente terminal para o reator, permitindo assim que o próprio cérebro dela consertasse naturalmente suas funções, e assim quando o mini-reator foi retirado, a consciência da paciente voltou para o cérebro já restaurado e ela acordou.

Um outro paciente foi diagnosticado com esclerose lateral múltipla e já estava praticamente com todo um lado do corpo paralisado quando foi atendido. Levou vários meses o seu tratamento, que envolveu não só beber diariamente águas energizadas por reator, deslizamento em paralelo ao lado do corpo paralisado com reator pré-energizado, mas também uma terapia psicológica de mudança de pensamento em relação a várias situações da vida, já que tal tipo de esclerose também tem um lado psicossomático muito pronunciado.

Assim prosseguem os desenvolvimentos e os testes, e muito mais há ainda a ser desenvolvido e aprendido. Uma das premissas básicas da Fundação é de que existem dois tipos de células no organismo: a célula funcional e a célula desequilibrada. De certo modo, uma célula do corpo humano pode ser comparada a uma bússola, onde a célula funcional e em perfeito trabalho tem a agulha apontando para o norte magnético, porém a célula desequilibrada, cancerosa ou não, tem a agulha apontado para qualquer outro ponto, menos o norte magnético.

Outra abordagem é considerar a rotação (spin) dos átomos ou moléculas como corretas ou erradas, dependendo da orientação, e usando reator especializado para normalizar o spin dos átomos ou moléculas com giro para a direção errada.

Assim, a idéia é produzir inicialmente reatores capazes de restabelecer a orientação magnética das célula desequilibradas, de modo que elas se tornem novamente funcionais, onde tais reatores sejam capazes de re-orientar apenas as células desequilibradas, não alterando a função ou orientação das células funcionais. Ao aproximar um ou vários tipos de reatores do local afetado por um diagnóstico de cancro ou outra disfunção, esta aproximação reajustaria as células para a sua funcionalidade correta, quando então estas deixariam de ser cancerosas ou disfuncionais para se restabelecerem por si próprias como células perfeitas e funcionais.

menu

Mehran Keshe Foundation KFSSI applications aplicações